24.11.11

Greve Geral 24/11

Depois de todas as actualizações relativas aos acontecimentos da greve geral de hoje em Portugal, resolvi fazer um apanhado bem como alguns factos e opiniões deste grande acontecimento.
Para os organizadores, CGTP e UGT, a greve foi um sucesso e muito superior a de 24 de Novembro do ano passado. Para mim, sinceramente, foi uma tristeza e nada surpreendente. Ainda que eu acredite que os números de aderentes à greve estejam manipulados, tal como João Proença (secretário da UGT), vamos pôr uma adesão de 15% (4% a mais dos dados oficiais divulgados), isto significaria que apenas 15% dos portugueses está descontente com a situação actual do país. Será possível? Apenas 15%?
Acho absurdo numa altura em que o desemprego já passa os 10%, onde milhares de famílias já vivem abaixo do limiar da pobreza, onde o número de mendigos e sem-abrigo atinge números arrasadores, e apenas conseguimos alcançar uns míseros 15%? Cada vez mais estudantes estão sem bolsa e se vêem obrigados a abandonar a faculdade, e a tendência é só piorar, num país onde já não chegam os medicamentos, porque deixaram de haver fornecedores de fiado (devido a dívida). E apenas 15% aderem a greve?
Todos os dias ouço queixas de pessoas próximas que me dizem que "está mau", que está cada vez mais difícil chegar ao final do mês, crianças que não têm o que comer antes de ir para a escola e na lancheira cabe apenas um pão com manteiga - a água é do bebedouro da escola. O bolso apenas carrega uma carteira sem trocos, nem para um copo de leite. E apenas 15% vai à luta? Simplesmente não consigo ficar contente com estes resultados, NÃO CONSIGO.
O direito a greve é legitimo e para todos. Então porquê números tão baixos. Era uma greve geral, uma greve para sector público e privado, sim, porque mesmo os trabalhadores do privado que nada têm contra os patrões, vão ser atingidos pelas novas medidas, porque ao final do mês descontam 12% do ordenado. Os estudantes vão ser prejudicados também, e eles aproveitam o dia de greve para curar a ressaca do dia anterior ou ficar a adiantar trabalhos da faculdade. É simplesmente ABSURDO!
É hora de lutar minha gente e nos unirmos. Chega de queixas sobre o estado de país, e quando surge a oportunidade de luta e fazer ouvir a nossa, vocês escondem-se em casa como "cachorros" que acabaram de roer a cortina. É hora de fazer ouvir o nosso descontentamento, de mostrar que não vamos acatar com mais desumanidades nem atrocidades por parte do governo, que apenas vive as custas do imbecil que se levanta todos os dias cedo para ir trabalhar. BASTA.
Como, infelizmente não podia atravessar o atlântico para me juntar a greve, mas como portuguesa orgulhosa que sou e que um dia pretende ver o país cheio de glória, este será o meu contributo: fazer chegar a minha voz a cada canto do mundo (se assim for possível).
Lutem camaradas... LUTEM...


Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Muito bem, anónima de " a big imbróglius", gostei mesmo muito do teu artigo de opinião e não posso estar mais de acordo contigo!

    Tenho uma teoria pessoal sobre a falta de união e unidade dos cidadãos deste país: descendemos de múltiplos povos que, ao longo de tempos idos, foram sendo escorraçados para este canto à beira-mar plantado... ou seja, somos filhos de falhados e havemos de ser sempre perdedores enquanto não formos capazes de deixar para trás o nosso limitado mundo da mesquinhice tacanha, escolhendo de uma vez por todas como destino um mundo novo onde só existe o bem-estar comum, mostrando assim finalmente a garra e a coragem que está em nós adormecida há já tempo demais!!!

    ResponderEliminar
  2. Desde já agradeço pelo comentário! É bom saber que a minha voz chegou a alguém.
    Quanto a tua teoria, não é de todo errada e até tem o seu "tanto" de lógica. O problema mais grave do nosso povo é mesmo a resignação, o velho pensamento de que isto vai melhorar. O pior é que não vai, e todos estes sacrifícios serão em vão, ainda que espere estar enganada.
    Agradeço mais uma vez pelo comentário e espero que siga acompanhando o blog!

    Cumprimentos, Imbróglia

    ResponderEliminar

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page