26.11.11

Ocupar o dia na Cidade do Porto

Saiu hoje um artigo no "The New York Times" sobre como ocupar 36 maravilhosas horas na cidade do Porto. Na minha opinião ainda faltam alguns pontos que eu considero importantes na cidade, como o jardim do Palácio de Cristal (pavilhão Rosa Mota), o museu do eléctrico, museu de anatomia de Ciências Biomédicas Abel Salazar, as comprinhas na rua de Santa Catarina e aproveitar para descansar no Café Majestic (na mesma rua).

 Jardim do Palácio de Cristal
Pavilhão Rosa Mota (fachada do antigo Palácio de Cristal)

Rua de Santa Catarina
Café Majestic

Mas fica a lista do New York Times:

- O passeio pelo eléctrico que começa na praça do Infante e termina na costa atlântica junto ao Castelo do Queijo, num passeio que dura 20min (2.50€);























- "Hard Club" que substitui o antigo mercado Ferreira Borges;

- A francesinha no restaurante DOP (Palácio das Artes - Largo Santo Domingos);



- A dobradinha (famosas tripas a moda do porto) que em qualquer esquina e restaurante são bem feitas;


- Mercado do Bolhão. Um espantoso mercado onde tudo se vende, desde manteiga a iogurtes caseiros, a polvo seco, vinhos, enchidos, flores e vegetais... Tudo bem fresco. (Esquina da Rua Formosa com a Sá da Bandeira);


- Galerias da Rua Miguel Bombarda (pintura, escultura, fotografia,  etc..) e o centro comercial Bombarda.


- Casa da Música (Av. da Boavista);


- Restaurante Book no espaço onde durante décadas funcionou a livraria Aviz. Um excelente cardápio onde mistura a arte da comida mediterrânica e a cultura literária (Rua de Aviz).


- Torre dos Clérigos;


- Fundação Serralves (Rua Dom João Castro) com fantásticos jardins e sempre com grandes opções culturais;


- Caves do Vinho do Porto (Sandeman) por apenas 4,50€ com direito a degustação;



Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page