22.3.12

Dia mundial da água

No dia que é lembrado por todos como o dia mundial da água, é tempo de reconsiderarmos tudo o que temos feito contra o bem que em breve será tão ou mais caro que o petróleo devido a sua raridade. A Terra, conhecida como planeta azul devido á enorme esfera de água que o compõe, em breve deixara de o ser. Da imensidade de água que cobre o nosso planeta, apenas 3% é água doce; desses 3% apenas usufruímos de 1% em estado líquido (água subterrânea, atmosfera, rios e lagos, e seres vivos) o restante encontra-se no estado sólido (glaciares).
Ora, do valor de 1% que temos disponível de água doce, quanto dela é potável? Quanto dela está em condições de consumirmos sem medo?
Pois é, está na hora de mudar o nosso pensamento e tomarmos uma atitude para ajudar o nosso planeta! Diariamente são jogadas toneladas de lixo para os rios, dezenas de barris de petróleo são jogados ao mar, principalmente por acidentes e projectos mal delineados, e nós achamos isso uma catástrofe mas que uns dias depois já é esquecida. Mas o planeta vai ressentindo a cada dia tornando-se cada vez mais debilitado. E se em Portugal nós temos água com alguma abundância, existem países que não. E sim, nós em Portugal podemos fazer a diferença nesses países. A água "cria-se" por um ciclo e todos podem participar nele e dar o seu contributo.
Não estou aqui a tomar uma posição tipo "Greenpeace" e dizer que nós somos os culpados de tudo, porque não somos, mas nós somos os únicos capazes de mudar esta tendência destrutiva do planeta e temos o dever de fazê-lo ou caso contrário, e muito em breve, nós humanos seremos só mais um acontecimento da historia do planeta.
Ficam alguma fotos chocantes e um vídeo do tsunami do Japão, que fez este mês (passado dia 11) um ano, mostrando o quão poderoso é o planeta azul.






Alguns dados relativos ao tsunami do Japão:
- Mortes: (aprox) 15.000
- Desaparecidos: (aprox) 3000
- A grande "onda" demorou um dia a atravessar o oceano pacífico a uma velocidade de 800Km/h
- O tsunami atingiu cidades a 10Km de distância da costa
- A grande ilha do Japão deslocou-se cerca de 2m em latitude
- A água atingiu uma altitude de terrenos de 10m acima do nível da água do mar
- Durante os dois meses seguintes ainda se registaram sismos na escala 6 de Richter devido as placas litosféricas se ajustarem e retomarem o equilíbrio.
- Mesmo o Japão dispondo do melhor e mais avançado sistema de detecção de terramotos e tsunamis do mundo, o registo apenas deu alarme 1 minuto antes do mesmo atingir a costa, mas sim, esse minuto foi suficiente para salvar milhares de vidas.




Um ano depois do trágico dia, o Japão já conseguiu recuperar uma boa parte dos estragos e hoje podemos comparar:

Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page