4.9.12

Current Reading

Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes, e saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros".
Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.
E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de rouba-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar.



Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Adorei o livro!
    Outros estão ainda em
    http://wallwisher.com/wall/myreadings
    Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também estou a adorar...=D É viciante! Agradeço o feedback e o link do site "WallWisher"... Não conhecia e é óptimo (até já consegui umas dicas para a próxima leitura) =D Espero que continue seguindo o blog! Cumprimentos

      Eliminar

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page