21.2.13

Yoani Sanchéz no Brasil

Muita gente não conhece Yoani e eu mesma conheço-a à muito pouco tempo, talvez uma ano (ou nem isso). Yoani é um filosofa cubana que criou o blog "Generation Y" como forma de protesto e exercer o seu direito a liberdade de expressão, num país regido pela "ditadura", como ela assim o define!


Assim que conheci o blog dela, e já nem me lembro como cheguei a ter o contacto, fui acompanhando e lendo as publicações quase diárias no seu Generacion Y. A imprensa é tão manipulada hoje em dia, que é difícil assumir uma posição certa em relação ao que se passa no mundo e em outros países ditos de ditadura como Cuba, Venezuela e Rússia (acho que são os mais chacinados pela imprensa, certo?). E eu, como amante de política que sou, achei que seguir o blog de uma cubana e ouvir os relatos na primeira pessoa por um meio "à partida" não sujeito a censura, seria uma excelente oportunidade para conhecer um pouco da realidade cubana, escrita por alguém "supostamente" neutro.
Esta semana, Yoani Sanchéz esteve no Brasil a convite do partido PSDB (o equivalente ao PSD em Portugal), grande opositor do governo atual (PT - partido dos trabalhadores) liderado por Dilma.

Durante a entrevista/debate em Brasília, Yoani não poupou a esforços na tentativa de retratar da melhor forma possível a imagem actual de Cuba (pelos olhos dela) e como Cuba seria perfeita se fosse governada por ela! Durante a entrevista (podem ver alguns excertos aqui) foram surgindo questões de certas medidas implementadas em Cuba que seriam positivas, mas Yoani sempre as negou como sendo resolutas - sempre são insuficientes!

Conforme fui acompanhando o blog dela e as suas ideias ou ideais políticos, fui me apercebendo que Yoani vive num mundo paralelo e anseia pela perfeição! É um ideal bonito, sem dúvida, mas completamente inacessível ao mundo! Democracia... Democracia não existe e é algo inaplicável! Dito desta forma é chocante que alguém possa falar assim e acredite realmente naquilo que está a dizer, mas eu vou explicar-vos:

Vamos a definição de democracia (até porque eu acredito que pouca gente saiba o seu real significado):

"Democracia é um regime de governo em que o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos (povo), direta ou indiretamente, por meio de representantes eleitos — forma mais usual. Uma democracia pode existir num sistema presidencialista ou parlamentarista, republicano ou monárquico";

Monarquia: "Monarquia é uma forma de governo em que o chefe de Estado mantem-se no cargo até a morte ou a abdicação, sendo normalmente um regime hereditário. O chefe de Estado dessa forma de governo recebe o nome de monarca (normalmente com o título de Rei ou Rainha) e pode também muitas vezes ser o chefe do governo";

Quem leu a entrevista de Yoani na Estadão (link acima) deve ter lido o seguinte:

"Quero dizer em primeiro lugar que o governo de Raúl Castro tem um grande problema: ele não foi eleito, herdou o governo pelo sangue, como um reino.”

Conclusão: Se a democracia é aplicável num sistema monárquico, então Raul Castro foi eleito democraticamente!

Conseguiram acompanhar o quão abstrato é o conceito de democracia?

E é só por isto que a credibilidade de Yoani é posta em causa e tudo aquilo que ela diz é questionável! Se Cuba sofresse de uma repressão assim tão grande, e se Fidel ou Raúl  Castro fossem assim tão intransigentes ao ponto de ninguém poder aceder à internet sem que um guarda olhasse por cima do seu ombro, ela não trabalhava para o Desde Cuba nem era paga para falar contra o governo! Provavelmente já nem existisse, pois já teria sido morta pelos guardas governamentais!

O que se passa em Cuba, fica em Cuba... E quem tem telhados de vidro que atire a primeira pedra sim, porque em Portugal, Europa no geral e EUA a "democracia" é perfeita não é?

XO
*Nazaré*


Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page