15.4.13

Nicole Bahls vs. Gerald Thomas

Rélou meninas... prontas para mais uma semana?

Bom, hoje vou fugir um pouco das temáticas constantes aqui do blog e falar sobre o "bafafá" da semana aqui nos "Brasis"... Quem, durante esta semana não viu pelo menos uma foto de Gerald Thomas colocando a mão dentro do vestido de Nicole, a ex-panicat do pânico e que no passado domingo integrou novamente o elenco do programa como repórter ou sei lá o quê que ela está fazendo lá? Pois é, durante a semana eu vi essas imagens, mas tratando-se do "Pânico na Band" e dada a nova técnica de marketing que este programa está fazendo para ganhar audiências, achei que deveria esperar até ontem para assistir a matéria completa e tirar as devidas  conclusões.

Eu sei que grande maioria do público brasileiro está a par do acontecido, mas como muitos dos meus leitores são lá de Portugal, vou explicar tudo do ínicio...

Gerald Thomas, diretor de teatro, é bem conhecido aqui no Brasil pelas polêmicas que sempre se envolve. Aparentemente ele se diz super evoluído e culto, mas a verdade é que a educação dele é pouca (ou nenhuma) e comporta-se como um idiota que se acha no direito de expor as suas partes intimas, só porque ganhou a fama de polêmico (por exemplo). Enfim, quem quiser conhecer a sua história e trabalho mais completo clique aqui).

Esta semana ele lançou o seu livro numa livraria no Rio de Janeiro, e o programa "Pânico" resolveu levar a sua nova integrante (Nicole Bahls) para entrevistar o dito Gerald. O que aconteceu é que durante a entrevista o diretor resolve enfiar a mão pelo vestido a cima de Nicole. A "moçoila" (sim porque eu recuso-me a tratá-la por repórter) ficou constrangida, mas como se trata de um programa de humor, Nicole riu e tentou levar a coisa na boa. Vejam aqui a reportagem:



Claro que depois das fotos aparecerem nas redes sociais, o burburinho foi imenso e toda a gente queria entender o que realmente se passou.

O que eu entendo:

Bom, Nicole Bahls é uma mulher bonita e com um "corpão invejável". O seu ganha pão na tv sempre foi graças às suas curvas, como grande parte das mulheres deste país, mas até aí tudo bem! Nada contra... A alguns anos atrás, Nicole trabalhava como panicat no programa Pânico (ainda na rede tv), e para quem assiste a este programa sabe que estas "piquenas" (panicats) são sujeitas a tudo e mais alguma coisa para ganhar o salário ao final do mês. Nicole, que agora subiu de posto dentro do programa, não tem que se sujeitar a este tipo de tratamento, mas como ela é nova nestas coisas e ninguém lhe deve ter informado direito dos direitos e deveres da mesma, e como ela não tem inteligência para chegar lá sozinha, acabou por rir e levar a coisa na "boa". No entanto, depois da reportagem ter sido gravada, Nicole postou no seu Twitter que "tinha ficado muito triste com o acontecimento, mas que amanhã seria outro dia e tudo iria passar". Ou seja, parece-me claro que ela ficou abalda com o acontecimento mas não soube lidar com a situação.

Gerald Thomas veio desculpar-se dizendo que "tocou nas partes da menina" e que "mulher não deve ser tratada como um objeto" mas também "não deve vestir-se como tal". Ele disse ainda que foi uma brincadeira inserida no contexto de um programa de humor, como é o "Pânico". Desde quando é que, mesmo estando a menina com um vestido curto, isso lhe dá o direito de "enfiar a mão"? Gerald disse ainda que o Brasil é um país do quarto mundo e não consegue entender e discriminar o que é ou não humor. Querido Gerald, o que você fez não é humor aqui no Brasil, na Europa, nos EUA nem em parte alguma deste Universo.

No final da matéria, exibida ontem no programa "Pânico", o elenco do programa e própria Nicole chamou a imprensa de "sensionalista" alegando que as fotos foram distorcidas do que realmente aconteceu e que aquilo tudo não passou de uma brincadeira. Todo o elenco do pânico, a excepção da repórter Amanda Ramalho, alegaram a falta de sentido de humor do brasileiro.

O que eu concluo:

Muita gente chama este programa de idiota e vergonhoso e "tales". Eu assisto ao pânico algumas vezes, confesso, e não acho que seja o mais vergonhoso da tv brasileira. Os integrantes são sujeitos a fazer coisas idiotas? São. Mas porque querem e porque ganham bem para isso (é mais ou menos a onda do Jackass). Quem não gosta do programa não vê e pronto, é simples.
O que eu entendi desta história toda é que, depois de toda o burburinho gerado durante a semana em torno do sucedido, a única forma que o Pânico viu de se desembrulhar de toda a polêmica, e possíveis processos em tribunal, foi atacar a imprensa de "sensionalista" e eles sim, distorcerem aquilo que realmente aconteceu.
Como resolveram? Simples, "Nicole não prestes queixa, o programa dá-te uns milhares e tu domingo dizes ao público que foi uma brincadeira e pronto... Estamos safos dos processos e das femininistas!".

Eu achei vergonhoso, e mesmo se tratando de um programa de humor, nada dá o direito de ultrapassar os limites desta maneira. O que este Gerald Thomas fez foi nojento e eu acho que este ser já devia ter sido internado num clinica de doentes mentais à muito tempo.
A Nicole deveria ter imposto limites? Deveria, mas não acho que ela seja a culpada da situação como muitos argumentam. Parte do público acha que Nicole ao usar este tipo de roupas pede por situações como estas! Eu não acho que isso seja justificação... Nicole é uma mulher inocente habituada a fazer tudo o que lhe mandam. Acho que ela lidou com esta situação da melhor forma que sabia, mas que com certeza não foi a melhor forma de o fazer. Para mim, Nicole é a vítima e não a culpada.

E vocês? Acompanharam a polêmica?
Quais as vossas conclusões?

XO
*Nazaré*
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page