11.5.13

Dreadlocks - Always Trendy

Hoje resolvi fazer um post diferente do habitual. Quem não conhece o velho look "Rastafari"? Normalmente associamos as "Rastas" a pessoas mais desligadas do mundo da moda, que se prendem ao conforto, roupas largas e com um certo toque hippie. Certo? Se gostas de "rastas", queres aderir, mas achas que precisas de mudar de estilo. Este post é para ti.




Vamos a um pouco de história...

O movimento Ratafari ou Rastafar-I (rastafarai) é um movimento religioso que proclama Hailê Selassiê I, imperador da Etiópia, como a representação terrena de Jah (Deus). O termo rastafári tem sua origem em Ras ("príncipe" ou "cabeça") Tafari ("da paz") Makonnen, o nome de Hailê Selassiê antes de sua coroação. O movimento surgiu na Jamaica entre a classe trabalhadora e camponeses afro-descendentes em meados dos anos 20, iniciado por uma interpretação da profecia bíblica em parte baseada pelo status de Selassiê como o único monarca africano de um país totalmente independente e seus títulos de Rei dos Reis, Senhor dos Senhores e Leão Conquistador da Tribo de Judah, que foram dados pela Igreja Ortodoxa Etíope.
Alguns historiadores, afirmam que o movimento surgiu, e teve posteriormente adesão, por conta da exploração que sofria o povo jamaicano, o que favorece o surgimento de ideias religiosas e líderes messiânicos.
De entre muitos costumes bem próprios deste movimento, a proibição de cortar ou pentear os cabelos é talvez a mais marcante.. Essa tradição religiosa, Rasta, também é fundamentada em diretrizes sagradas. Mitologicamente, cada DreadLock (ou rasta) represente a ligação espiritual a alguma parte do corpo. E assim nasceram os "Dreadlocks".

A título de curiosidade...

Outra questão que sempre está inerente aos Rastafáris é o uso da marijuana. Ela é usada pelos Rastas, não para diversão ou prazer, mas sim para limpeza e purificação em rituais controlados. Alguns Rastas escolhem não a usar. Muitos sustentam o seu uso através de Génesis 1:29: E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento.”
A tradição Rastafari não permite o uso (especifico para a cura de alguma doença) de qualquer tipo de remédio que não seja natural (ervas medicinais, por exemplo). Outro costume rasta, relacionado com a medicina, é a não presença de hospitais, médicos, etc... A origem desses hábitos provem de Génesis 1:29 , pois 'Jah' refere o uso de todo tipo de erva ou planta proveniente da face de toda a terra. Além disso, possuem a crença de que apenas 'Jah' (ou tudo que provém de sua grandeza, 'naturais') pode 'curar' um enfermo, e nenhum outro ser (médicos e etc) possui essa capacidade.
Muito creem que o cantor Jamaicano, Bob Marley tenha morrido pela sua resistência à medicina. Ele tinha a possibilidade de fazer a cirurgia para retirar o melanoma malígno (espécie de câncer de pele) do qual sofria mas não a fez por acreditar que 'Jah' curaria sua doença. Depois que se converteu ao cristianismo anos antes de morrer, Bob fez a cirurgia para tentar retirar o câncer, mas era tarde demais.

E hoje...

Os "Dreadlocks" nunca passaram de moda, e a verdade é que cada vez arrasta mais adeptos e com estilo muito próprios. Agora, ter "Rastas" no cabelo é uma questão de estilo. E tão pouco significa cabelo mal tratado ou sujo, como antes, mesmo porque muita gente desconhece a história deste movimento.

Pois bem, a fim de dissipar algumas dúvidas acerca da elegância das Rastas, recolhi algumas fotos para vos provar isso mesmo - "Dreadlocks" podem ser femininas... Espreitem só:













E vocês meninas? Aventurariam-se pelas "Dreadlocks"?

XO
*Nazaré*
Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page