27.11.13

Corta, Alisa ou Sai - O caso da menina de Orlando

Vocês já devem ter lido essa noticia por aí, mas assim mesmo resolvi deixar aqui alguns detalhes, opiniões e reflexões pessoais sobre o assunto!

Quando leio coisas deste tipo sinto-me mal e, de certa forma culpada afinal, o meu blog é de moda e tendências, certo? Claro que, quem me conhece e conhece o blog, sabe que eu não ligo, e nunca liguei para esse padrões de beleza e sempre deixo isso claro nos meus posts. Aliás, sempre detestei o "#jeito farda de quartel" que as meninas desse mundo a fora se acabam tornando. Sempre curti identidade, sempre gostei que cada um apimenta-se a moda do jeito que quer, se sente bem e sempre combinando com a personalidade individual de cada um. Esta história me afetou de várias formas possíveis e vou explicar porquê, mas antes, relembrarei a grande polêmica para vocês.

Vanessa VanDyke tem 12 anos e estuda em uma escola privada, "Faith Cristian Academy", que traduzida à letra significa "Academia de Fé Cristã", portanto, uma escola religiosa, certo?
Segundo as rigorosas regras da instituição, além da vestimenta, o cabelo dos alunos deve ser natural para não causar qualquer distração para a restante comunidade dos alunos.
Vanessa seguiu sempre as regras à risca, acontece que ela é afro-americana e seu cabelo, naturalmente, constitui uma distração, segundo a escola.



Assim, a diretoria resolveu impor um ultimato à menina:  Corta, Alisa ou Sai da escola.

Em sua defesa, a diretoria alega que o cabelo natural e armado da garota está a distrair os colegas de estudar, já que passam mais tempo "zoando" com a menina do que atentas à lições. Vanessa ficou triste pelo sucedido mas diz que não vai desistir do seu cabelo naturalmente afro. Segundo ela, prefere deixar os amigos e a escola a deixar de ser que ela é, naturalmente.


Eu fiquei chocada quando ouvi esta história, porque simplesmente acho absurdo a criança ser sujeita a este tipo de situação. É uma escola religiosa, onde um bando de crianças são cruéis "zoando" com a Vanessa pelo seu cabelo volumoso, e um diretoria que pune a vitima e protege aqueles que estão fazendo a coisa errada. Estamos falando de uma escola, que tem o dever de ensinar os valores morais para os homens e mulheres de amanhã. Mas não, é bem mais simples ordenar apenas uma criança e retirar o "problema" do caminho do que domar o resto da turma em questão.

Não é fácil ser professor, não é fácil arcar com tamanha responsabilidade, eu sei, mas quem não tem condições de o fazer - NÃO O FAÇA.

Eu resolvi deixar esta pequena reflexão e achei que o assunto merecia um post para repensarmos naquilo que realmente o padrão de beleza nos obriga a ser. Somos magras porque precisamos ser, fazemos alisamento porque só assim somos bonitas, não usamos um par de botas porque está "démodê"...? Enfim, precisamos repensar muito bem no mundo que queremos fazer, porque de certa forma, acabamos sempre por influenciar alguém: nossa irmã mais nova, sobrinha, primos ou amigos.

E vocês meninas? Já tinham ouvido esta polêmica?
O que acharam da situação?
(comenta aí...)

XO
*Nazaré*


Comentários
0 Comentários

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comenta aí que eu vou amar saber que você está desse lado...=D

Fan Page